Pular para o conteúdo principal

O QUE REALMENTE VALE A PENA



O que damos valor como as coisas mais importantes de nossas vidas?

Quase sempre a alta sociedade estará focada em supérfluos enquanto a grande massa corre para fugir da fome ou do vale-transporte.

Não quero plantar conceitos socialistas de que todos deveríamos ter as mesmas condições, pois essa seria uma outra discussão. Voltemos para nossa realidade.

Como mudar o quadro atual em que estamos inseridos?

O que podemos fazer juntos?

Gostaria de manter essas provocações, pois o trabalho normal, medíocre, favorece a condição de manter tudo o mais como está atualmente. Nada mudará. O mundo continuará no mesmo combate com amplo favorecimento a preguiça e fragilidade moral.

É quando nossas mentes adormecem no tempo e a produção de bondade tende a zero. Fracassamos em não fortalecer as amizades, em não fazer a diferença onde não podemos tirar vantagens financeiras e jogamos sempre em favor da esperteza onde somos os argutos trapaceiros e grandes trapaceados. Criamos um sistema de competição onde sobrará uma enorme pilha de lixo semi-irrecuperável que cobrará um preço altíssimo de nossas ações enquanto seres de uma grande família a se cooptar pela sobrevivência de nossos herdeiros na mesma casa, chamada de planeta Terra.

Já passou da hora de acordar e arrumarmos nossa casa. Ajudar no centro comunitário do bairro, na igreja, no grupo recreativo, no grupo escoteiro, marçonaria, ONG´s diversas. Existem lugares demais para colaborarmos. Fazer o que os governos não tem competência de fazer ou por que estão travados em sistemas burocráticos que impedem iniciativas de soluções simples.

Este é um movimento que permite nosso crescimento como pessoas, como filhos de Deus, como consciência do todo capaz de entender que se não agirmos hoje perderemos a oportunidade de continuar amanhã.

Não vou postar links de entidades. Se ficou interessado, bata perna. Converse com o vizinho, com o porteiro do prédio, com um colega de trabalho... agite-se! quebre a inércia e vá a luta. Eu também procuro me encorajar dia-a-dia para evitar que as teias de aranha tomem conta de meu coração. As teias ou redes devem existir, mas como ferramentas de trabalho capazes de nos interligar e aumentar o sucesso daquilo que temos extrema dificuldade em fazermos sozinhos.

Bom trabalho a todos!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

OS 7 PASSOS PARA UMA REUNIÃO PRODUTIVA

Compartilho com colegas de trabalho, alunos e familiares as mesmas dificuldades em tornar as reuniões profissionais, pessoais e acadêmicas mais produtivas. Ocorre quase sempre que falta um ar de satisfação coletivo, rastros infinitos de que o encontro não passou de perda de tempo e que apareceram mais problemas do que propostas de solução. Foi pensando em conquistar a sensação que o trabalho realizado na reunião produziu os frutos desejados que aceitei o desafio em propor um modelo que tornasse este glorioso momento em algo positivo. Extrair visão de aprendizado para apoiar a continuidade dos serviços e o que mais possamos tratar durante o evento. O roteiro propõe os seguintes passos: 1. Divulgação prévia da pauta; 2. Preparação para a reunião; 3. Executar o que foi planejado pela ordem; 4. Validar as resoluções item por item durante a reunião; 5. Finalizar a reunião no horário acordado; 6. Assinar a ata durante a reunião e; 7. Agradecer as colaborações aos participantes.

RESTRIÇÃO TRIPLA É SÓ PARA COMEÇAR

Qualquer coisa que resolvemos fazer na vida com razoável controle na avaliação do sucesso da ação estará de alguma forma ligado a uma definição de entregáveis, um espaço de tempo para realização e uma determinada quantidade de dinheiro para o investimento. Daí derivam-se Escopo, Tempo e Custo, conhecidas como restrição tripla na gerência de projetos. Esse conceito é fortemente difundido pelo PMI, organização que mantém um acervo de técnicas para gerenciamento. A tradicional restrição tripla tem sido amplamente divulgada também considerando as necessidades da qualidade. Afinal, a conformidade entre o planejamento e a execução forneceria ótimos parâmetros para registro se o trabalho aconteceu de forma correta. Após observar o nível da importância da qualidade nesse contexto podemos refletir sobre se é este o final da discussão. Muita gente boa já considera que não, pois é bem possível que mesmo que haja alta conformidade na realização o cliente não fique satisfeito. Se nos limi

UMA TRANSIÇÃO PLANETÁRIA

Até mesmo uma simples flor perdida Em um jardim qualquer abandonado Vai ter um quê especial e encantado Por semear a essência para nova vida É um jogo de chegadas e partidas Um inseto, um pássaro ou o vento São ferramentas desse divino movimento  Quase nunca lembradas ou conhecidas De fato a flor nos ensina por essência Que a vida surge em ato de paciência  E uma colaboração mútua e voluntária  Em cada esquina um novo broto belo E seus botões rosa, branco ou amarelo Numa permanente transição planetária